Cristãos tocam no Rock in Rio

Banda venceu concurso universitário e representará rock independente do Rio de Janeiro


Ícone do Novo Movimento, Memora se apresenta no Rock in Rio

A banda carioca Memora se apresenta hoje (22) no palco Rock District, do evento Rock in Rio. O grupo, que é um dos ícones do novo movimento, conseguiu a proeza após vencer um concorrido festival de bandas universitárias – o FMU – e representa a cena rock do Rio de Janeiro.

O novo movimento consistiu num movimento de bandas de rock com integrantes cristãos que desejam fazer música sem a limitação estética e lírica de pertencer ao universo musical religioso. Ou seja, apesar da fé cristã, não se intitulam “gospel”. O movimento se iniciou com Aeroilis e Tanlan, e ganhou força também com outros nomes, como Palavrantiga, Os Oitavos, Quarto Fechado, Crombie e Velho Irlandês.

A Memora é um dos grupos desta manifestação artística e iniciou sua discografia em 2013, com um EP autointitulado, que foi disponibilizado gratuitamente para download. Em 2015, saiu o single “Ela”, que fez crescer a exposição do conjunto no cenário independente.

Atualmente, a banda (em foto de Ana Clara) conta com a formação de Rafael Lima (vocal e guitarra), Rod Xavier (guitarras e vocal), Lucas Lima (baixo e teclados) e William Mardônio Jr. (bateria e efeitos). A musicalidade puxa de vários gêneros do rock, como o funk, o blues e o rock alternativo, com a intenção de produzir algo à moda brasileira e com muito groove.

O quarteto conseguiu elogios da crítica, incluindo o produtor Liminha, que já trabalhou com nomes como Titãs, Os Mutantes e Skank. “Muito boa essa banda. Não sei por onde eles estavam andando que eu ainda não tinha ouvido falar deles. Estavam escondidos em algum lugar”, afirmou.

O vocalista Rafael Lima falou sobre as expectativas acerca da apresentação. “Estamos pensando em um show enérgico, alegre, para celebrar as conquistas do rock do Rio de Janeiro. Não estamos sozinhos e levaremos conosco, em nossos corações, as tantas outras bandas maravilhosas que estão com a gente nessa caminhada”.

Em entrevista cedida ao Super Gospel em 2016, o guitarrista Rod Xavier falou acerca da ligação da Memora com o Novo Movimento. “Uma coisa muito bacana pra gente é a experiência de falar do Amor sem que esperem algo da gente. É diferente de um culto ou show gospel, onde as pessoas já sabem que a gente está ali em nome de Deus. Lá fora a conversa é mais leve, o que nos surpreende”.

“Um artista que divide um line com a gente ou alguém que chega pra conversar, que sacou o teor das letras curioso do que deu na gente pra cantar aquilo, é como se houvesse fé e esperança em qualquer lugar e a gente antes não percebia porque só fazia mero entretenimento no secular, ou só tocava dentro da igreja!”, acrescentou.




Deixe seu comentário!