Kivitz: “Todo artista é vaidoso por essência”

"Eu vivo essa crise", afirmou o rapper sobre tensão entre humildade e arrogância


Kivitz: "Todo artista é vaidoso por essência"

O rapper Kivitz foi entrevistado pelo músico Jadiel. Na ocasião, o músico falou sobre seu trabalho artístico, acerca de ser filho de Ed René Kivitz e de seus futuros trabalhos, incluindo o primeiro álbum cujo lançamento está previsto para o final deste ano.

Em um dos momentos, Jadiel questiona Kivitz se a argumentação feita na canção “O Último Cristão”, do trabalho Casa ≠ Lar (2015), seria arrogante. O rapper concordou, embora tenha dito que ele não afirmou, na música, ser o último cristão.

“Eu acho arrogante. Todo artista é arrogante. Você catar um microfone, jogar uma música no ar e falar o que você pensa. O Sabotage fala: ‘Todo artista tem vaidade’. Tem que ter vaidade, mano, pra você… Você me chamou para dar uma entrevista. Quem sou eu para dar uma entrevista? Se eu venho, é porque tenho alguma coisa pra falar…”, afirmou.

“Então todo artista é arrogante mesmo. Todo artista é vaidoso por essência. Tem gente que diz que eu tenho crise de humildade no meu palco e na minha carreira, porque quando eu termino o show eu peço desculpa. Eu vivo essa crise”, acrescentou.

Questionado se o Kivitz prega a liberdade e o que seria liberdade, o rapper pensou por um tempo e afirmou que não sabia. “Talvez liberdade seja se sentir amado. Ter a certeza de que é amado primeiramente por Deus e por ter irmãos de verdade, tá ligado? Por exemplo: Eu não preciso fingir uma coisa pra ser amado. Eu sei que eu sou. Do jeito que eu sou”.

Sobre a tensão de ser rapper e ser filho de pastor, Kivitz também fez comentários. “Eu tive que aprender a lidar com isso porque eu sou filho dele desde que eu nasci. Costumo falar isso. Mas eu entendo a sua questão porque eu faço rap, músicas contra a religiosidade e meu pai é pastor”.

Assista:




Deixe seu comentário!