“De graça recebestes, de graça dai”, diz cantor sobre cachê

Mário Diniz lembrou que os apóstolos passaram muitas necessidades.


"De graça recebestes, de graça dai", diz cantor sobre cachê

O ministro de louvor Mário Diniz, membro da Igreja Batista do Príncipe da Paz em Belo Horizonte, publicou recentemente em seu perfil do Facebook um vídeo tratando do assunto “cachê para cantores”.

Em seu depoimento Diniz expressa compreensão aos cantores que cobram para ministrar louvores nas igrejas e eventos organizados por estas instituições. “Eu sei das dificuldades que cada um tem, sei que eles são casados, sei que tem filhos, sei que muitos deles têm funcionários e compromissos mensais”, justificou o cantor.

Mesmo sendo favorável a cobrança de valores Mário não apoia a atual situação que esse tema enfrenta. “Jesus certa vez chamou os seus discípulos e os comissionou dizendo: – Vá nas aldeias, pregai, e vocês não vão levar dois alforjes, túnicas, nem duas sandálias, muito menos dinheiro. Porque de graça recebei, e de graça dai”, comentou.


  Realize o Seu Sonho de Tocar Piano sem Sair de Casa. Comece Agora!


Na questão de cobrar para louvar, Diniz adverte para quem se enquadra, que tenha um posicionamento. Muitos médicos cristãos cobram uma fortuna por uma consulta e não há nada de errado nesta prática. Neste sentido o cantor aconselha que o cantor se posicione como um artista, um profissional, não como um ministro de louvor.

Ministrar é levar as boas novas

O cantor relata que por 17 anos tem ministrado em muitas igrejas, e muitas vezes não recebe nenhuma oferta. Admite que possui muitas responsabilidades financeiras, mas mesmo com essas obrigações não coloca preço naquilo que faz, pois recebeu de graça.

Aos que encaram a carreira de cantor como ministros de louvor, chamados por Deus para anunciar as boas novas, Mário entende a questão da cobrança, mas não concorda.

“Não é por que a igreja não é generosa, que eu vou negociar o meu chamado do Senhor. Por que toda a minha ministração, eu sei que o meu salário está guardado, e ele será Eterno”.

Ainda finaliza dizendo que muitos apóstolos passaram necessidade por falta de generosidade da igreja, mas eles não olharam para trás. Eles entenderam que o galardão é muito maior que as recompensas dessa terra.

Assista:




Deixe seu comentário!