“Ainda muito a contribuir para o reino de Deus”, diz Carlinhos Veiga sobre o Som do Céu

Festival, com mais de 30 anos de história, ocorreu no último feriado em Belo Horizonte


"Ainda muito a contribuir para o reino de Deus", diz Carlinhos Veiga sobre o Som do Céu

O cantor e compositor goiano Carlinhos Veiga participou de mais uma edição do Som do Céu. Em um texto publicado em sua coluna na Revista Ultimato, o intérprete e jornalista falou da importância do evento e das apresentações musicais ocorridas na programação.

Por meio do texto O Som do Céu está de volta!, Carlinhos falou das mudanças ocorridas nas apresentações deste ano. Um dos destaques, segundo ele, foi o fato dos shows não estarem concentrados em um só lugar, distantes do acampamento.

“Se por um lado trouxe algumas inconveniências logísticas para os que estavam hospedados no acampamento, por outro apresentou vantagens: a melhoria na qualidade do som por conta do ambiente, o conforto dos assentos, além atrair o público da cidade que pôde escolher assistir somente os artistas preferidos”, disse Veiga.


  Psicólogo ajuda cristãos a vencer o vício da pornografia


Outras menções feitas por Carlinhos envolvem o retorno do Rebanhão ao festival, que não se apresentava há décadas, o lançamento do álbum Volume 2 da banda ternoesaia que incluiu, também, parceria com o cantor e compositor João Alexandre.

Entusiasmado, Veiga acredita que a nova edição do Som do Céu gerou boas impressões, afinal “os presentes saíram dali na expectativa de que o Som ganhe fôlego e prossiga firme”, afirmou o artista, após citar os acontecimentos durante os dias de evento.

“Um evento que caminha há mais de 30 anos não pode parar. Ele não apenas ajudou a escrever as linhas das artes cristãs no Brasil, lançando nomes e fomentando a criatividade de tantos no passado. Ele tem ainda muito a contribuir para o reino de Deus, como seu instrumento na construção de um novo futuro de justiça e paz, por meio das suas armas: o Evangelho e as artes”, concluiu.




Deixe seu comentário!